OS BODES NÃO CHORAM DE ALEGRIA



   
Apesar de saber que a comunicação escrita é bem limitada, e que se costuma dizer que uma imagem vale mais do que mil palavras, assim mesmo vou comentar algo sobre o processo de matança cruel que certos humanos infligem aos bodes, por exemplo. No pequeno vídeo de 30 segundos publicado na próxima postagem, cujo título é o seguinte: “Os bodes não choram de alegria, pode-se ver uma pequena amostra do tratamento diabólico que certos humanos infligem aos animais não humanos que serão despedaçados para saciar o apetite insano por carne de muitos humanos comedores de carne.
         Ao contráriodos humanos, sobretudo os mais emotivos, os bodes nunca choram de alegria, e quando choram, e costumam fazê-lo muitas vezes, trata-se de um choro de dor, de desespero e de sofrimento intensos infligido por seu carrasco humano que age com determinação e indiferença à agonia do bode, apesar de o seu choro (que pode ser assimilado como um pedido de misericórdia) ser parecido com o choro humano.
         Acredito firmemente que mais de 80% da população brasileira apoia diretamente essas atrocidades, por comer carne, por exemplo, porque não vê essas imagens perturbadoras, não houve o grito de dor do animal que penetra fundo nas entranhas do humano que se deixa guiar por um mínimo de bom senso, de compaixão aos animais não humanos, e deixa aí gravado uma ideia bem constrangedora da dor que humanos comedores de carne, direta e/ou indiretamente, obrigaram o infeliz animai a suportar nos últimos minutos de sua sofrida vida de escravo da humanidade.
                                             
                                                         Johanns de Andrade Bezerra
                                                                  e-mail: veganismo.direitoanimal@gmail.com
                                                                  (84) 98895 5202(OI)
                                                                  (84) 99997 8388(TIM)
                                                                  (84) 99997 8388(WhatSapp)            


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DIREITO ANIMAL. DIREITO DE NÃO SER ESCRAVO DA HUMANIDADE